• Description
  • Vídeos
  • reviews

 Plexitone


Esta é nossa versão do famoso Marshall plexi (Super lead SLP59, 1959 or 1987 and jtm45). com transformadores cuidadosamente calculados e enrolados a mão na T. Miranda, a nossa versão tem adicionais importantes como o loop ativo com controles de send e return, chave de potência, saidas de speakers 2,4,8,16 ohms.

 

Valvulas

Power versão de 30 ou 50w (duas el34)

versão de 100watts 4 x el34

preamp: 3 x (12ax7)

1x12au7(loop)

Dimensões :

altura -25 cm

cumprimento- 40 cm

largura-27 cm

16 kilos

Versão 50watts 20 kilos.

disponivel nas versões 30w, 50w, 100w head ou combo.

 





Painel frontal:

input normal

Pots: Loudness 1, loudness 2, treble, mid, bass, presence, master, swtch(master on/off)

Channel drive: gain, volume, treble, mid, bass presence, reverb, master channels.

Painel traseiro:

Outupts (2,4,8,16 ohms) , send .return .

chave (half, full power)

chave loop on/off

Bivolt( 127 220/240 volts)

saida  p/ footswitch:

 

Construção.

*Chassis em aço carbono

* Transformadores feitos a mão enrolados de acordo com o amplificador .

*Pintura do painel perolizada e envernizada, com fino acabamento .

*Resistores de metal filme de 1watt a 10 watts

*Soquetes de Porcelana

 

 

 

*Válvulas selecionadas

*Loop de efeitos

*chave de potência

*Dimensões

*peso















  

<Marshall plexi 1959 handmade>


   Marshall plexi 1987 handmade       Amplificador plexi handmade   
<Marshall plexi 1959 handwired>

 

   18x       12x         12x       15x        12x       12x      
   





 

 

 

 

 

 


















 

 

 

 

 












Ainda não há depoimentos.

 

Já faz um tempo que tenho o Plexitone T Miranda.
O amplificador responde muito bem as frequências oq mais gostei nele foi o presence, faz uma puta diferença no momento de timbrar o ampli!
Utilizei uma caixa 2x12 (celestion Gt12) e outra caixa 2x12 (Celestio vintage 30), comparei também com um Plexi Marshall, sinceramente muito idênticos, o Plexitone Mantem o timbre Britânico fiel. Add pedais como Eruption (T. MIranda), OCD, DOD preamp 250, Blues drive (boss) outros pedais tb na linha overdrive tudo tocando com uma Fender Stratocaster com caps single....achei simplesmente maravilhoso, tirei o timbres desde Jimi Hendrix, Blackmore e claro Malmsteen....é grande-pequeno amplificador, com o controle master dá pra equilibrar bem o volume, pois fala muito alto!
Ele vem com o master uso apenas nos ensaios o master, nos shows sem controle master pois sentir esse ampli em alto volume é de mais!

Fiz tb um teste final com outra strato com cap ativo emg! animal o som tb....enfim...plex é plex....oq falar do som desse ampli!Já faz um tempo que tenho o Plexitone T Miranda.
O amplificador responde muito bem as frequências oq mais gostei nele foi o presence, faz uma puta diferença no momento de timbrar o ampli!
Utilizei uma caixa 2x12 (celestion Gt12) e outra caixa 2x12 (Celestio vintage 30), comparei também com um Plexi Marshall, sinceramente muito idênticos, o Plexitone Mantem o timbre Britânico fiel. Add pedais como Eruption (T. MIranda), OCD, DOD preamp 250, Blues drive (boss) outros pedais tb na linha overdrive tudo tocando com uma Fender Stratocaster com caps single....achei simplesmente maravilhoso, tirei o timbres desde Jimi Hendrix, Blackmore e claro Malmsteen....é grande-pequeno amplificador, com o controle master dá pra equilibrar bem o volume, pois fala muito alto!
Ele vem com o master uso apenas nos ensaios o master, nos shows sem controle master pois sentir esse ampli em alto volume é de mais!

Fiz tb um teste final com outra strato com cap ativo emg! animal o som tb....enfim...plexi é plexy....oq falar do som desse ampli!

Fabricio Pereira