-Uma dúvida recorrente de muitos músicos é sobre a potência em amplificadores valvulados, 18w, 30w, 50w, 100w, afinal  qual o ideal?!?!.

-De qual amplificador valvulado preciso??

-A equação é simples e vou tentar tratar o tema de  forma bem humorada e coloquial….

-Pensem no ambiente como um “recipiente”, o som é o liquido, seu amplificador é um dos responsáveis por encher este recipiente, porém você tem outros caras tocando(enchendo o ambiente com seus sons), então você tem que pensar em não afogar os outros músicos com seu som, também em não transbordar e afogar o publico do boteco.

 

Sua apresentação tem que ser marcante pelo talento e não por ser algo desagradável…

 

-Já dizia o profeta “sonorizus surdus maximus:” Lembre-se.. Agua demais mata e na quantidade certa faz bem e refresca.

-Usando essa lógica, 100w é agua demais pra um ambiente como um boteco e 35 ou 50w é agua suficiente que refresca a sede de boa música…

-Vamos ao ping pong!

 

1-Sou baixista, qual é a potencia ideal pra mim?

Resp – Um dos grandes desafios do áudio é empurrar as frequências graves com clareza a maior distancia possível, frequências agudas são mais facilmente ouvidas(lembra das sirenes?), frequências graves precisam de mais potência, é por esse motivo que os amplificadores de baixo  em sua maioria tem 500, 800w, no caso dos valvulados, o ideal é a partir de 150watts, assim você terá potência suficiente e  clareza pra tocar em cima de toda banda, um bom amp de baixo toca 40hz com facilidade.

2-Eu tinha um amplificador transistorizado de 100w, mas tenho ai impressão que o amplificador de 18w valvulado é mais alto, por que??

-O ouvido humano, capta melhor o som e harmônicos(pares) que a válvulas reproduzem, é por isso que o som delas é tão agradável e percebido por nossos ouvidos e melhor processado por nosso cérebro, dai você tem essa impressão de potência maior e som mais agradável nos amplificadores valvulados..

2-Sou guitarrista e vou tocar no Rock in Rio e meu baterista é o Igor Cavalera ou o Dave Lombardo, qual o amp ideal?

Resp- Compre um Amplificador valvulado de 100w e ligue num cabinet 4 x 12.

Obs:-Não é porque seu ídolo usa um de 100w, que você deve usar, ele usa pela necessidade, já que em palcos gigantes não existem paredes pra conter e reverberar o som.

3-Sou guitarrista e toco em botecos e preciso de muito som limpo pra usar pedais etc… e quero mínimo de saturação de power?

Resp--Compra de 50w, um Tclean resolve sua vida.

4-Toco em botecos, estúdios de ensaio e curto aquela saturação de power dos amps valvulados, não quero ficar surdo ou ser expulso da banda ou do boteco??

Resp--Vai de 50, 30w ou 18w sem medo, depende também do estilo, tenha em mente que quanto maior a potência mais head room(som limpo você terá), geralmente amps de 30w pra cima, atentem bem quem precisa de som clean, pra tocar com banda.

5-Outra dúvida que os iniciantes da guitarra sempre tem, é sobre 1×12, 2x 12 ou 4 x 12, qual delas escolher??

Resp- Quanto mais falantes, maior será a percepção de graves e pressão acústica, mas vale a pena pensar em algumas “coisinhas”:

-Você tem um roadie, a caixa cabe no seu carro, você não está levando um canhão, pra uma briga de bar?!?!.

-Vale também lembrar  que uma banda é um conjunto de 3 ou mais elementos e você não pode tocar muito alto ao lado de seus parceiros, você NÃO irá ouvi-los e a dinâmica no palco vai pra casa do chapéu e chegará uma hora que ficará insuportável(geralmente logo após o primeiro acorde) kkk.

-Então pequeno gafanhoto…Tenha em mente que amplificador de guitarra é para te dar timbre, dinâmica, inspiração e potência suficiente pra você tocar no nível da banda.

-Já o que seu público ouvirá, é com o P.A (Public Adress System)!

-Quem te disser o contrário, nunca tocou profissionalmente e talvez nem toque, ou apenas quer se afirmar pela potência do amplificador..

Ps:-Se ainda está na dúvida, conversa com um MÚSICO profissional, alguém de experiência comprovada, alguém que você já viu tocando de verdade, não ouça um “manjão” de internet..

-Experiência e maturidade são importantes, mas bom senso é a cereja de qualquer bolo em qualquer situação da vida..

Abraço.

TMiranda